logo_png copy.png

LIVE YOUR FLOW

Deixe o Inglês fluir na entrevista de emprego


5 técnicas para deixar a preocupação de lado e focar no que mais importa... Mostrar o seu melhor!

Se joga!



Já perdi a conta de quantas vezes trabalhamos com treinamento para entrevistas de emprego em Inglês. E a melhor parte disso é que pode passar 10 anos de treinamentos e nunca vai ficar repetitivo ou chato. Cada vaga tem sua particularidade... Cada pessoa tem sua história e um jeito todo dela de contar essa história. E o mercado não pára também, novas técnicas, novos tipos de avaliação, novas demandas.

É um show que não pára, não baixa as cortinas. Mas com cenários em constante transformação.

E se você quer ser o protagonista na próxima vez que entrar em cena, tem que se preparar e ler bem o roteiro para dar o seu melhor! Já falamos de como começar a preparação pra esse papel principal no post anterior com 3 técnicas incríveis para você chegar na entrevista esbanjando confiança.

Vamos agora explorar ideias que podem te ajudar muito a sentir-se mais seguro na hora da entrevista, e mostrar aos recrutadores que você é a melhor escolha para o papel... Digo, para a vaga!



Primeiro: Deixe suas competências sempre bem evidentes

E mostre-as de maneira inesquecível. Muita gente se auto-sabota com excesso de nervosismo, com medo de não conseguir mostrar o que tem de melhor, de não estar apto para a vaga.

Vamos deixar algo bem claro aqui: Você nem teria sido chamado para a entrevista se fosse incompetente. Sai dessa!

Outra coisa:

Medo é normal.

E deve ser utilizado em seu favor, não o oposto. Pilotos de avião que dizem não ter medo de voar depois de tantas viagens ou são mentirosos, ou estúpidos. O medo te ajuda a lembrar a importância do momento, a importância de preparar-se e verificar se está tudo nos conformes para dar os próximos passos.

Então, use o medo em seu favor para preparar-se da melhor maneira possível, e não ache que não está pronto para a vaga. E, para mostrar tudo isso de uma maneira inesquecível, explore as técnicas de Storytelling.

Vamos explorar elas melhor na semana que vem. É só voltar aqui no blog que você vai poder conferir. Mas, por hora...

Segundo: Na hora do Inglês, use palavras-chave para não se perder

Essa é uma técnica muito útil em várias situações, e pode te ajudar e evitar confusões na hora da entrevista.

É claro que você já resolveu o nervosismo com o primeiro passo que exploramos. Mas, tem hora que fica complicado entender mesmo, e conseguir captar as palavras-chave da pergunta podem te direcionar para a melhor resposta.

As duas principais coisas a se identificar são:

  • O tempo verbal da pergunta

Que pode ser Presente, Passado, Futuro, ou Condicional (aquelas ideias que transmitem vontades, desejos, planos... Mas não são reais, concretas)


Algumas das palavras mais comuns aqui são: DO, DOES, DID, HAVE, HAS, HAS, WILL, WOULD, COULD, SHOULD, IS, ARE, WAS, WERE, e CAN


  • O tipo de pergunta que foi feita

Basicamente, existem dois tipos de pergunta em Inglês. Aquelas que você responde com SIM ou NÃO. E aquelas que te perguntam algo mais específico. Ficar ligado em como a pergunta começa ajuda muito.


E palavras para ficar atento são: WHAT, HOW, WHEN, WHERE, WHO, WHY, WHICH, HOW MANY, HOW MUCH, e HOW OFTEN


Se tiver alguma dúvida sobre essas palavras, mande-nos um comentário aqui pelo blog ou qualquer outra rede social da Flow. Vai ser um prazer te ajudar.

E temos mais uma lista pra deixar a antena ligada também...

Terceiro: As perguntas mais comuns feitas em INGLÊS

Claro, algumas perguntas mais básicas podem acontecer - e quase sempre acontecem - para te preparar pro Inglês. Coisas como qual seu nome, aonde mora, quantos anos tem, aonde estudou e etc...


Se quiser explorar isso com a gente, deixe um comment que vamos preparar um guia para elas também. Porém, as perguntas mais elaboradas costumam estar nessa lista:

  • Tell me about yourself. (Me fale sobre você)

  • Tell me about your greatest achievements. (Me conte sobre suas maiores conquistas)

  • Tell me about a difficult situation you had in your job, and how you dealt with it. (Me conte sobre uma situação difícil que teve no seu emprego e como lidou com ela)

  • Are you satisfied with your career so far? (Você está satisfeito com sua carreira até o presente momento?)

  • Are you a teamplayer? (Você trabalha bem em equipe?)

  • Do you consider yourself successful? (Você se considera bem sucedido?)

  • Do you know anyone who works here in the company? (Você conhece alguém que trabalha aqui na empresa?)

  • What are your strenghts? (Quais suas forças/pontos positivos?)

  • What is your greatest weakness? (Qual sua maior fraqueza/maior ponto fraco?)

  • Why do you want to work here? (Por que você quer trabalhar aqui?)

  • Why should we hire you? (Por que nós deveríamos contratar você?)

  • Why do you want to leave your current job? (Por que você quer sair do seu emprego atual?)

  • ...

Fechou?

Já pode ir praticando e deixar as respostas na ponta da língua. E, claro que poder praticar com um professor ou especialista pode ajudar ainda mais. Só não vai querer decorar as respostas e ficar ensaiando, porque algumas coisas podem ser diferentes e é sempre bom estar pronto para improvisar. Falando nisso...

Quarto: Deu branco? Seja flexível e brinque com as palavras

Se você não tem costume de usar o Inglês com frequência, ou, mais ainda... Se não costuma falar inglês no dia a dia, é super - super, super, super - comum que você esqueça uma palavrinha ou outra. Isso acontece em Português de vez em quando, por que não aconteceria em Inglês?

Mas, outra coisa que os recrutadores estão avaliando é como você lida com as situações durante a entrevista. Pode ser que você perca uns pontinhos no quesito Inglês se esquecer, mas vai ganhar MUITOS pontos se mostrar que sabe lidar com isso e reformular suas ideias com outras palavras, ou que vai pedir um momento - ou a ajuda dos recrutadores, por que não!? - para procurar a melhor palavra para explicar aquela ideia.

Não tenha medo de ter um branco desses. Se acontecer, aconteceu. Como já dizia Belchior, “E assim já não posso sofrer no ano passado...”. Já foi, já deu branco... Continue o show e mostre que você não vai travar por qualquer coisa! (minuto 2:50 do vídeo!)

Combinado?



E, pra terminar, uma coisa boba, óbvia, mas... Importantíssima:

Quinto: PRATIQUE, e pratique muito!

Não importa se o seu show é num palco para milhões ou numa sala de reunião para 2 ou 3 pessoas, praticar faz toda a diferença. Artistas, atletas, palestrantes, e, claro... Candidatos nas entrevistas de emprego: Todos precisam e devem praticar e buscar melhorar constantemente. Descobrir nossos pontos fracos e trabalhar neles. E mais ainda, descobrir nossos pontos fortes e valorizá-los.

Você pode até pensar que alguém tem um dom, ou que é melhor, ou qualquer outra coisa ameaçadora, mas... Eu não tenho dúvidas de que a prática pode te levar muito além dos dons. E ela já começou, no momento em que você decidiu ler esse artigo e aprender algo novo.

Por que parar agora?

Siga seu Flow!

Acredite em você, e trabalhe para aprender e desenvolver-se cada vez mais.

Porque...

NUNCA FICA MAIS FÁCIL. VOCÊ QUEM FICA MELHOR!





50 visualizações